segunda-feira, 22 de setembro de 2014

7 motivos pra aderir ao Free Walking Tour

O Free Walking Tour é uma tendência que vem surgindo na Europa há alguns anos, desenvolvida para nós que queremos viajar gastando pouco (mesmo assim representando uma pequena fortuna) de forma a otimizar nosso tempo para que seja possível aproveitar o máximo da viagem no menor tempo possível. Se você nunca participou de um FWT, ou nunca teve a oportunidade, dá uma olhada nesses cinco tópicos abaixo e vê se eu te convenço.

1 - É Free

Porque que é Free? Basicamente porque você não tem obrigação de pagar nada. Contrariando a tradicional ideia de pagar pelo tour antes de fazê-lo, o Free Walking Tour propõem justamente o contrário: Faça o tour antes, e ao fim dele você decide quanto é que o guia merece pelo serviço. Se você não quiser pagar nada, não tem problema, mas isso nunca acontece, porque é simplesmente impossível não gratificar os incríveis guias que te entretêm por umas 3 horas. 


Grupo do FWT em Bratislava

2 - Tá sem tempo? Viagem curta?

Nas cidades europeias, principalmente, a grande parte das atrações e monumentos históricos ficam no centro da cidade. O guia vai te levar nos principais lugares, no menor tempo possível, e ainda vai te dizer o que de importante ficou faltando que eles não poderiam te levar à pé. Quem melhor pra te dizer o que de melhor tem pra se ver se não um guia/morador da cidade?

3 - Viaje e Aprenda

Eu sou grande fã do FWT principalmente por causa desse ponto. Viagem é sempre interessante (é), mas quando você tem a oportunidade de entender a história dos lugares, a base, as influências ou até mesmo reviver aquelas provas de história do ensino médio é surreal. Eu brinco com meus amigos que se eu tivesse tido a oportunidade de viajar pela Europa no tempo que eu estava na escola, eu seria mestre em História Mundial. Acho que se um professor gravasse um tour desse, e eventualmente usasse como aula, ia ser sucesso. Pelo menos eu estaria interessado eu trocar as figuras de livros por monumentos vivos, nomes por estátuas e busto, e palavras escritas por palavras faladas.


Teto de Igreja em Roma onde foram representados todos 
os continentes conhecidos (exceto Oceania)

4 - Faça Amigos

Essa dica vai principalmente para aqueles que estão viajando sozinhos. Bem, você vai passar 3 horas com um grupo de pessoas, e a não ser que você seja uma pessoa completamente antissocial, surgirão momentos que você poderá interagir com elas, e provavelmente vai encontrar pessoas que estão no seu hostel também e enfim, criar oportunidades pra qualquer coisa que você quiser. Não custa nada você perguntar pra pessoa: "Desculpa, qual foi a última coisa que a guia falou que eu não consegui entender?" Daí você já tem o pontapé inicial pra conversa, o resto fica a cargo de vocês.

5 - Descole lugares interessantes para comer

Geralmente o tour, pelo menos os que começam as 10:00, vão terminar no que eu chamo de hora da fome. 3 horas andando no sol, ou no frio, ok, simplesmente andando, vão te dar fome, se você for um ser humano normal. Os guia costumam "convidar" você pra ir comer em um restaurante. Como o público alvo do FWT são pessoas com uma grana contada, nunca vão te levar pra algum lugar absurdo. (Inclusive a dica 5 ajuda na dica 4) Você então vai poder culinária típica à um bom preço.

Waterzoi

Acima um Carbonate e abaixo Waterzooi em Bruxelas

6 - É Fácil e Espontâneo

Se você estiver pensando que tem que fazer um cadastro, assinar dois contratos e conseguir quatro carimbos pra poder fazer um tour desse, você está completamente enganado. Os tours acontecem diariamente - pelo menos em todos os lugares que eu fui - e tinha a opção de dois turnos: ou às 10 horas ou às 13:00. Então tem um ponto de encontro na cidade, você chega lá um pouco antes da hora e é isso. Só aproveitar.

7 - Outras possibilidades de Tour

As mesmas companhias que realizam o FWT geralmente oferecem outros tour pagos e com preço fixo. São tours especiais de grande atrações que demandam mais tempo do que a fração dedicada no tour normal, assim como existem outras formas de passeio, por exemplo, de bicicleta em Amsterdã. Há também o famoso Pub Crawl. Ele funciona da seguinte forma, você paga uma taxa e faz um tour passando por vários pubs - obviamente são tours noturnos - e em cada pub você tem direito a uma bebida de graça.

Confira outros destinos na seção Já fui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...